Home

Novas chances para o ProUni a partir do dia 14

A partir do próximo dia 14, estarão abertas as inscrições de candidatos a bolsas de estudos por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni), do Ministério da Educação (MEC). Em todo o país, são 195 mil bolsas em instituições particulares. No Pará, constam 3.297 bolsas disponíveis no primeiro semestre de 2012 - são 2.094 bolsas integrais e 1.203 parciais, de 50% da mensalidade.

Os estudantes que quiserem concorrer a uma das vagas em cursos de graduação oferecidos pelos institutos paraenses participantes do ProUni, podem consultar a relação de vagas oferecidas em 28 municípios do Estado.

No Pará, participam três instituições de ensino: Universidade da Amazônia, Centro Universitário do Estado do Pará e Centro Universitário Luterano de Santarém. A relação completa das instituições e a distribuição de bolsas por curso superior já está disponível para consulta no portal do ProUni nos próximos dias.

No processo do ProUni, haverá uma única etapa de inscrição, com duas chamadas para convocação dos candidatos pré-selecionados. Ao se inscrever, o candidato poderá escolher até duas opções de curso e de instituição.

A primeira chamada será divulgada em 22 de janeiro. A partir do dia seguinte, até 1º de fevereiro, o candidato pré-selecionado terá prazo para comparecer à instituição de ensino para apresentar a documentação e providenciar a matrícula. A segunda chamada está prevista para 7 de fevereiro, com prazo para matrícula e comprovação de informações até o dia 15.

Ao fim das duas chamadas, os candidatos não pré-selecionados ou aqueles que foram pré-selecionados em cursos sem formação de turma podem manifestar interesse em fazer parte da lista de espera, que será usada pelas instituições participantes do programa para a ocupação das bolsas eventualmente ainda não ocupadas.

O período para manifestação de interesse na lista irá de 22 a 24 de fevereiro. Ao fim desse prazo, serão feitas duas convocações dos integrantes. A primeira, em 27 de fevereiro, com prazo para comprovação de documentos e matrícula de 28 do mesmo mês até 2 de março. A segunda, em 9 de março, com prazo de 12 a 15 de março.

Podem se candidatar às bolsas integrais estudantes com renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio (R$ 933, a partir de 1º de janeiro). As bolsas parciais são destinadas a candidatos com renda familiar de até três salários mínimos (R$ 1.866, em janeiro) por pessoa. Além de ter feito o Enem 2011, com um mínimo de 400 pontos na média das cinco notas do exame e pelo menos nota mínima na redação, o candidato deve ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou, em caso de escola particular, na condição de bolsista integral.

Professores da rede pública de ensino básico que concorrem a bolsas em cursos de licenciatura, curso normal superior ou de pedagogia não precisam cumprir o critério de renda, desde que estejam em efetivo exercício e integrem o quadro permanente da escola na qual atuam.

OPORTUNIDADE

O universitário Robson Nylander, aluno do 7º semestre do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade da Amazônia (Unama) foi um dos beneficiados com a bolsa há cerca de três anos. “Tentei duas vezes conseguir uma bolsa pelo ProUni e indico para os alunos que querem uma vaga. Eu não teria condições de pagar a faculdade e essa foi uma boa oportunidade”, conta.

Segundo Marcelo Adler, diretor financeiro da Unama e presidente da Comissão do Prouni local, a instituição vai ofertar 357 bolsas para este semestre, sendo 257 parciais e 100 integrais. “Essa é uma bela iniciativa para levar a educação a um patamar mais elevado. O maior desafio do Brasil para se posicionar como um país de liderança está na educação”, afirma.

Criado em 2004, o ProUni já concedeu 919 mil bolsas de estudos em cursos de graduação e sequenciais de formação específica.

Fonte: Diário On Line